terça-feira, 30 de abril de 2013

A vidente Maria afirma que salvará Fortaleza Tsumani


A vidente Maria Raio X (foto), 81, estará hoje (16) de frente para o mar de Fortaleza (CE), em local e horário não revelados, para levar uma mensagem ditada por Jesus Cristo, a qual, segundo ela, vai salvar a cidade de um tsunami que ocorrerá em 2013. Ela vai ser filmada para um documentário sobre a sua vida.

Maria do Carmo, nome de batismo da vidente, mora na Rua de Todos os Santos, em Juazeiro do Norte, cidade do padre Cícero. Ela já rezou e fez penitência como procedimentos iniciais para evitar a catástrofe.
A vidente não sabe exatamente o dia em que haverá o “retrocesso marítimo”, como diz, mas já anteviu o que poderá ocorrer: prédios e igrejas tragados por ondas gigantescas. “É algo muito maior do que se imagina”, disse ela, franzindo o rosto.

Ela pediu ao jornalista e escritor Geraldo Barbosa, 88, que a levasse a Fortaleza para cumprir a sua missão divina. Em 2007, Barbosa lançou o livro “A um sopro do infinito” sobre a vidente. Ambos se conhecem há mais de 30 anos.

Para alguns Maria Raio X é mais uma personagem folclórica de uma região marcada por forte religiosidade (ou crendice), mas para outros se trata, de fato, de uma pessoa com conexão com o sobrenatural e com poder de cura.

Barbosa disse que o vidente fala com anjos, entre os quais o “Cicinho”, que é como a vidente chama o padre Cícero.

O jornalista contou que o primeiro milagre dela ocorreu em 1960. E desde então a vidente passou a ser procurada por enfermos de doenças graves, muitos deles desenganados por médicos. E ela fez fama de milagreira. Há quem diga que ela, só com um olhar, consegue dizer a doença de uma pessoa. É por isso que é chamada de Maria Raio X.

Maria disse que, quando jovem, recebeu de um homem a missão de ajudar as pessoas. Esse homem, afirmou, é Jesus.

"Só quem pode tirar [a onda gigantesca de Fortaleza] é o juiz, Jesus. O Pai, Filho e Espírito Santo", disse.
Com a ajuda, talvez, do “Cicinho”. (Fonte: Paulo Lopes | Divulgação: Midia Gospel)

“O bispo bilionário do Brasil”


Nossa cultura é retrógrada, uma cultura mesquinha, uma cultura, sem visão de futuro. Só você pode mudar essa situação. O dízimo é você no altar de Deus, assim de Deus para a humanidade”. Com essa fala de Edir Macedo, a revista Bloomberg Businessweek resumiu a pregação da teologia da prosperidade praticada pela Igreja Universal do Reino de Deus.
A publicação norte-americana veiculou uma extensa matéria de perfil, com cinco páginas sobre o bispo Edir Macedo, que ela descreve como um senhor de “68 anos, dedos deformados, uma ‘coroa’ escassa de cabelos brancos e mais de cinco milhões de seguidores, cujas doações nos últimos 36 anos o fizeram um bilionário”.
A matéria da Bloomberg diz ainda que Macedo gosta de ser chamado como “O bispo”, e “se orgulha do crescimento da Universal, presente em aproximadamente 200 países.
Edir Macedo, listado pela Forbes como o líder evangélico mais rico do Brasil, é citado pela matéria como um dos mais ricos do mundo, com fortuna estimada em US$ 1,2 bilhão, que seriam provenientes do “sistema de rádio e televisão Record”  “O conglomerado produz telenovelas [às vezes bíblicas], reality shows com infusão de sexo e jornalismo que trata de crimes terríveis”, descreve a revista, lembrando que as empresas de Macedo que fazem parte do grupo Record são “três jornais, um punhado de emissoras de rádio, uma empresa de produção de cinema, e até mesmo um pequeno banco, bem como unidades de cabo e satélite espalhados por todo o mundo”.
A doutrina adotada pelo bispo na Universal, fundada por ele ao lado do missionário R. R. Soares há 36 anos, também foi destacada pela revista: “Ele prega duas vezes por semana, frequentemente em duas cidades diferentes, e os sermões são assistidos com fervor nos sites das igrejas, em sua página no Facebook, e nas mini televisões que os taxistas brasileiros gostam de manter nos veículos”, ilustra a Bloomberg, que reproduz trecho de um sermão sobre o dízimo: “Qual é o maior país do mundo, economicamente falando? É a ‘América’, os Estados Unidos. Você sabe por quê? Porque, olhem para trás – vocês podem checar na internet – a colonização foi feita por homens que acreditavam na palavra de Deus. E eles eram dizimistas. É por isso que você vê na nota de dólar: ‘Em Deus nós confiamos’”, disse Macedo, num evento em Belo Horizonte.
A revista enfatiza ainda que a pregação que pede o dízimo dos fiéis da Universal é apresentada como “mandamento de Deus”, e contrapõe a prática com as tradições católicas no Brasil, que nunca enfatizou os 10%, embora também pregue. “Um homem de origens humildes, Macedo ofereceu seu próprio sucesso como prova [de prosperidade]”, diz a matéria.

Os problemas de Macedo com a Justiça não foram ignorados pela publicação norte-americana: “No Brasil, onde nasceu e foi criado, ele é uma grande figura nacional, objeto de dezenas de inquéritos criminais”, diz o texto, que cita o promotor de Justiça de São Paulo, Silvio Luís Martins de Oliveira como um dos que acusam o bispo de fraude e responsável pelo processo aberto em 2009, em que Macedo e outros três líderes da Universal são processados por formação de quadrilha, lavagem de dinheiro e sonegação de transferências financeiras internacionais.
“Os pregadores fazem uso da fé, desespero ou da ambição [dos seguidores] para vender a ideia de que Deus e Jesus Cristo apenas olham para aqueles que contribuem financeiramente com a igreja”, diz trecho da denúncia criminal escrita por Oliveira, que observa que os líderes da denominação enriquecem muito mais do que os fiéis.
Já a matéria observa que o bispo insiste em reforçar a ideia de que alcançou sucesso devido à sua fé: “Macedo tem orgulho de seu sucesso, mas torna perguntas sobre sua riqueza em questões espirituais. Ele recusou uma entrevista pessoal e escreveu em um e-mail dizendo: ‘Do ponto de vista da minha fé em Jesus Cristo, sou o homem mais rico do mundo”, diz a Bloomberg Businessweek.
A Igreja Universal do Reino de Deus também está presente nos Estados Unidos, onde atualmente possui 60 mil fiéis, sua maioria formados por imigrantes latinos. A revista destaca que a estratégia usada é a mesma do Brasil: “A igreja é uma anunciante regular no canal de língua espanhola, o Telemundo”, cita o texto, que deu um grande destaque à compra da TV Record, em 1989. Para a Bloomberg, a emissora se tornou crucial na expansão da Universal.
Os valores – US$ 45 milhões – foram emprestados pela Universal ao bispo sem taxas de juros segundo a revista, que lembra a multa aplicada a Edir Macedo, que não declarou o empréstimo como uma renda pessoal. O argumento usado inicialmente, de que a compra da emissora pela denominação seria para cumprir o objetivo de fundar a primeira emissora evangélica do Brasil, deixou de ser usado durante a investigação feita em 1997, quando os promotores de Justiça pediam a cassação da licença da Record devido a Constituição Brasileira proibir que instituições religiosas possuam emissoras de rádio ou TV.
A Bloomberg Businessweek cita que Macedo passou a afirmar que havia adquirido a Record “para si mesmo”, e venceu o processo após inúmeras apelações que se arrastaram por mais de catorze anos.
A Record, segunda emissora do país, arrecadou em 2011 um valor próximo de US$ 1,1 bilhão, e a revista ressalta que “boa parte” dessa receita vem das locações que a Universal faz na emissora: “A igreja compra cerca de seis horas diárias da programação, quase sempre após a meia noite, quando as propagandas são escassas. Durante as horas mais rentáveis da Record, a igreja comanda sermões em outros canais”, aponta.
A denominação é tratada pela revista como uma empresa que contrata serviços terceirizados de forma a enriquecer os pastores e bispos de alto escalão dentro da Universal. De acordo com a Bloomberg, os líderes mais próximos a Edir Macedo possuem doze emissoras locais de TV, trinta e seis emissoras de rádio, diversas empresas privadas que fornecem segurança às igrejas, serviços de contabilidade, e até planos de saúde. “Num relatório que faz parte do caso de 2009, investigadores do Ministério da Fazenda constataram que, incluindo a Record, estas empresas receberam cerca de US$ 1,9 bilhão da igreja de março de 2002 a novembro de 2003″, cita o texto.
A Bloomberg Businessweek cita ainda na matéria que a assessoria de imprensa da Universal se recusou a comentar os tópicos levantados na matéria, referindo-se às questões como “mentiras”, e dizendo que Edir Macedo nunca recebeu salário da TV Record.
Por Tiago Chagas

A FALSA TEOLOGIA DO TRINITARIANISMO NOS CREDOS (Parte 3)


Durante os anos seguintes à morte dos apóstolos, muitas pessoas diziam ser cristãs mas não aceitavam os ensinos apostólicos. A fim de se determinar os verdadeiros crentes, cada Igreja local, listava certas doutrinas que os conversos cristãos deveriam crer. Estas listas de doutrinas e confissões de fé foram chamados de “credos” de ‘credo’ (Eu creio). Haviam tantos credos, quanto haviam Igrejas, muito possivelmente. O credo dos Apóstolos (Didakê), escrito muitos anos após a morte dos apóstolos e assim chamado pois pretendia incorporar os ensinamentos apostólicos, foi formulado de vários credos de várias Igrejas locais. Foi escrito para que todas as Igrejas locais pudessem ter uma confissão de fé comum.

O credo dos apóstolos (gr. Didakê” – ensino) não inclue a doutrina da trindade. Embora sejam mencionados sentenças referentes à Deus, Jesus, e o poder de Deus, o Espírito, a doutrina da trindade não é nem mencionada e tão pouco ensinada.

1- O Credo de Nicéia – Este é o primeiro Concílio à ensinar a trindade. O credo de Nicéia foi originalmente formulado pelo Concílio de Nicéia em 325 a.D. como segue:

”Acreditamos em Deus, o Pai, do-Poderoso, Criador de todas as coisas, visíveis e invisíveis,  e no Senhor Jesus Cristo, o Filho de Deus, unigênito do Pai, o único, isto é, da essência do Pai, Deus de Deus, Luz da Luz, Deus perfeito do Deus perfeito, gerado, não criado, sendo de uma substância com o Pai; por meio do qual, todas as coisas foram feitas, tanto na Terra como no céu; que por nós homens, e por nossa salvação, desceu e se fez carne, e foi feito homem; Ele padeceu, e no terceiro dia, levantou-se novamente, e ascendeu aos céus, de onde há de vir à julgar os vivos e os mortos; e no Espírito Santo. Mas aqueles que dizem:”Houve um tempo em que Ele não era”, e “Ele não era até que foi gerado” e, “Ele foi feito do nada”, ou “Ele é de outra substância” ou “essência”, ou “O  Filho de Deus é criado”, ou “mutável” ou “alterável” – estes são condenados pela santa Igreja Católica Apostólica.” (Hodge, A.A.Opcit.,pp.115-116).

2 -O Credo Niceno-constantinopolitano – O credo de Nicéia como foi formulado originalmente não é o credo que por esse nome é repetido nas Igrejas hoje. O credo orignal foi emendado no Concílio de Constantinopla, 381 a.D., e no Concílio de Toledo, Espanha, 589 a.D. O anátema do credo original foi omitido e a porção referente ao Espírito Santo foi aumentada. A Igreja Grega rejeitou este credo porque o mesmo ensinava que o Espírito procedia tanto do Pai como do Filho. A presente forma do Credo Niceno  é a seguinte:


”Creio em Deus, o Pai, Todo-Poderoso, criador do céu e da terra, e de todas as coisas, visíveis e invisíveis; e num Senhor, Jesus Cristo, o filho unigênito de Deus, gerado de Seu  Pai antes de todos os mundos; Deus de Deus, luz da luz, Deus perfeito de Deus, gerado mas não criado, sendo de uma única essência com o Pai, por intermédio de quem todas as coisas foram feitas; que por nós homens e por nossa salvação desceu dos céus, e fez-se carne pelo Espírito Santo, da Virgem Maria, e foi feito homem; foi crucificado também por nós, sob Pôncio Pilatos; padeceu e foi sepultado; e ao terceiro dia, levantou-se novamente de acordo com as Escrituras; e ascendeu aos céus, e está assentado à direita de Deus Pai. E virá novamente em glória para julgar aos vivos e aos mortos; cujo reino não terá fim. E creio no Espírito Santo, Senhor e Doador da vida, que procede do Pai e do Filho, o qual juntamente com o Pai e o Filho é louvado e glorificado, que falou pelos profetas. E creio na Igreja Católica e Apostólica, reconheço um batismo para remissão dos pecados; e aguardo a ressurreição dos mortos, e a vida do mundo porvir.”

3 - O Credo Atanasiano – Este credo, que é considerado pelos trinitarianos como sendo a mais profunda exposição daquela doutrina que existe atualmente, é assim denominado em honra de Atanásio. Entretanto, Atanásio não escreveu este credo, pois foi escrito muitos séculos após sua morte. Primeiramente, este credo apareceu em Gaul, na escola de Agostinho por volta do sexto ou sétimo século. Enquanto lendo este credo, note as contradições berrantes que o mesmo contém:

“1. Quem quer que seja salvo, antes de toda as coisas é necessário que retenha a fé católica.
2. A qual, a menos que seja mantida íntegra e imaculada por todos, será a razão sem dúvida alguma, pela qual estará perdido para todo o sempre.
3.  Mas, esta é a fé católica: Que adoremos um Deus em trindade, e trindade em unidade.
4. Nem confundindo as Pessoas, nem dividindo as substâncias.
5. Pois, há uma pessoa do Pai, outra do Filho e outra do Espírito Santo.
6. Mas, a divindade do Pai, e do Filho e do Espírito Santo éuma só: a glória igual, a majestade co-eterna.
7. Tal como o Pai é, também são o Filho e o Espírito Santo.
8. O Pai não foi criado, tão pouco o Filho e o Espírito Santo.
9. O Pai é imensurável, o Filho é imensurável, o Espírito Santo é imensurável, como o Filho e o Espírito Santo.
10.O Pai é eterno, assim como o Filho e o Espírito Santo.
11.E, entretanto não existem três eternos, mas um eterno.
12.E também não existem três que não foram criados, nem três imensuráveis, mas um que não foi criado e um imensurável.
13.Assim, da mesma forma, o Pai é Todo-Poderoso, o Filho é Todo-Poderoso, e o Espírito Santo Todo-Poderoso.
14. E entretanto, não existem três Todo-Poderosos, mas um Todo-Poderoso.
15.Assim, o Pai é Deus, o Filho  é Deus e o Espírito Santo é Deus.
16.Entretanto não existem três deuses, mas um Deus.
17.Assim, o Pai é Senhor, o Filho é Senhor e o Espírito Santo é Senhor.
18.E ainda assim não existem três Senhores, mas um Senhor.
19.Pois assim como somos compelidos pela verdade cristãa reconhecer todas as Pessoas por Si como sendo Senhor e Deus.
20.Também somos proibidos pela religião católica de dizer que há três deuses ou três Senhores.
21. O Pai não foi originado de nada, nem criado, nem gerado.
22. O Filho é do Pai apenas não feito, não criado mas, gerado.
23.O Espírito Santo é do Pai e do Filho, não feito, não criado, nem gerado mas, procedente.
24.Portanto, há um Pai, não três Pais, um Filho, não três Filhos, um Espírito Santo, não três Espíritos Santos.
25.E nesta trindade, nenhum é antes ou depois de outro, nenhum é maior ou menor do que o outro.
26.Mas, todas as três Pessoas são co-eternas, juntas e co-iguais.
27.De modo que em todas as coisas, como dissemos antes, a Unidade na Trindade, e a Trindade na Unidade deve ser adorada.
28.Aquele que portanto será salvo, deve refletir sobre a Trindade.
29.Além disso, é necessário para a salvação eterna, que creiamos também de maneira correta na en-carnação de Nosso Senhor Jesus Cristo.
30.Então a fé correta é, que creiamos e confessamos que Nosso Senhor Jesus Cristo, o Filho de Deus, é Deus e homem.
31.Deus da essência do Pai, gerado antes dos mundos; e Homem, segundo a essência de Sua mãe, nascido no mundo.
32.Deus perfeito; Homem perfeito, de alma racional e carne humana subsistente.
33. Igual ao Pai, no tocante à Sua natureza Divina, inferior ao Pai no tocante à Sua natureza humana.
34.E embora Ele seja Deus e Homem, ainda assim não édois, mas um Cristo.
35.Um, não pela conversão da Divindade em carne, mas pela ascenção da Humanidade para Deus (para o interior).
36.Um, todos juntos não pela confusão da essência, mas pela unidade pessoal.
37. Pois ssim como a alma racional e a carne racional éum homem, também Deus e Homem é um Cristo.
38. Que padeceu pela nossa salvação, desceu ao Hades, levantou-se dos mortos ao terceiro dia.
39.Ascendeu aos céus; está assentado à mão direita de Deus, o Pai Todo-Poderoso.
40.Donde há de vir à julgar os vivos e os mortos.
41.Em cuja vinda, todos os homens devem levantar-se novamente com seus corpos.
42.E darão contas por suas próprias obras.
43.E aqueles que tiverem praticado o bem entrarão na vida eterna, mas, os que houverem operado o mal, para o fogo eterno.
44.Esta é a fé católica, a qual caso um homem não creia verdadeiramente e firmemente, não pode ser salvo.(Curtis,W.A.”A History of Creeds and Confessions of Faith”; Schaff, Philip. “Creeds of Christendom.”)
(Fonte: Igreja de Deus do Sétimo Dia no Brasil)

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Breve comentários sobre o materialismo...



Deus não existe. “Diz o insensato em seu coração: “Deus não existe!” Suas ações são corrompidas e abomináveis: não há um que faça o bem (Sl 14,11).

O ateísta, materialista e marxista alemão Ludwig Feuerback (1804-1872), disse: “Não foi Deus que criou o homem; ao contrário, foi o homem que criou Deus”.

O naturalista inglês Charles Darwin (1809-1882), autor da teoria da evolução, disse: que tudo que existe é obra de um processo evolutivo.

Falando sobre cientistas que acreditam que o Universo e a vida nele resultam dum planejamento inteligente, uma resenha no mais importante jornal do mundo o The New York Time comentou: “Eles têm doutorado e ocupam cargos importantes em algumas das universidades de maior prestígio. Seus argumentos contra o darwinismo não se baseiam na autoridade das Escrituras Sagradas; antes, baseiam-se em argumentos científicos”.

Vários cientistas concluíram que as evidências a favor da evolução são demasiadamente fracas e contraditórias. O engenheiro aeroespacial Luther D. Sutherland escreveu em seu livro Darwin’s Enigma (O Enigma de Darwin): “A evidência cientifica indica que sempre que qualquer espécie básica de vida surgia na Terra; desde protozoários monocelulares até o homem, cada forma de vida era completa, e seus órgãos e estruturas, inteiramente funcionais. A conclusão inevitável a ser tirada desse fato é que havia algum tipo de inteligência antes de surgir à vida na terra”.

Depois de uma longa vida de pesquisas e trabalhos científicos bem-sucedidos, o astrônomo Allan Sandage declarou: “Foi o estudo da ciência que me fez chegar à conclusão de que o mundo é muito mais complexo do que a própria ciência pode explicar. É somente por meio do sobrenatural que consigo entender o mistério de tudo que existe”.
O biólogo americano Francis Collins é um dos cientistas mais notáveis da atualidade. Diretor do Projeto Genoma, foi um dos responsáveis por um feito espetacular da ciência moderna: o mapeamento do DNA humano, em 2001. Autor do livro de grande sucesso internacional “A Linguagem de Deus”. Nas 300 páginas da obra, o renomado cientista conta como deixou de ser ateu para se tornar um fervoroso cristão.

Afirma Collins: “As sociedades precisam da ciência como da religião. Elas  não são incompatíveis, mas complementares”. Afirma mais: “O ateísmo é a mais irracional das escolhas”.

O que é o materialismo? É um falso sistema filosófico que considera a matéria como a única realidade e todos os acontecimentos no mundo como o resultado da matéria em evolução. Nega tudo que não for matéria, portanto a alma e Deus. A inteligência humana seria segundo este sistema a ação da matéria organizada.

O materialismo dialético, histórico e econômico teve seus expoentes máximos em dois filósofos alemães: Karl Marx (1818-1883) e Friedrich Engels (1820-1895). São os pais do comunismo.

O materialismo teórico aplicado à vida prática colocou grande número de países asiáticos e europeus sob a tirania de governos que negam a Deus, a alma, os valores espirituais e se esforçam por arrancá-los da consciência humana destruindo assim a fonte de luz que pode explicar o mistério do universo e o destino do homem.

A prática materialista é diametralmente contrária aos ensinamentos de Nosso Senhor Jesus Cristo.
“Que proveito tem o homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?” (Mc 8,36).

“E direi à minha alma: Minha alma, tem uma quantidade de bens em reserva para muito anos; repousa, come, bebe, regala-te. Mas Deus lhe diz: “Insensato, nesta mesma noite ser-te-á reclamada a alma. E as coisas que acumulaste, de quem serão? Assim acontece aquele que ajunta tesouros para si mesmo, e não é rico para Deus (Lc 12,19-21).

Afirma o cientista Francis Collins: “A busca por Deus sempre esteve presente na história e foi necessária para o progresso. Civilizações que tentaram suprimir a fé e justificar a vida exclusivamente por meio da ciência como, recentemente, a União Soviética de Stalin e a China de Mao - falharam”.

Pastor Silas Malafaia diz que ativistas gays querem destruir a família e calar evangélicos


Na última edição do programa Vitória em Cristo, o pastor Silas Malafaia dedicou boa parte do tempo para falar sobre o que classificou de “tentativa de destruição da família e da desconstrução da heteronormatividade”.
O pastor da Assembleia de Deus Vitória em Cristo atentou para o conceito de que o conceito de família tradicional é importante para a manutenção do equilíbrio social: “Família não é uma questão de evangélicos. É uma questão de civilização”, disse, citando uma das propostas da militância homossexual como ilustração do que pode ser imposto à sociedade com as exigências dos ativistas: “Uma conversa que até em certidão de nascimento não vai poder colocar pai e mãe”.
Falando aos evangélicos, Malafaia disse que “quando a Bíblia fala que nós temos que transformar o mundo, eu garanto pra vocês que não é dentro da igreja”, disse, fazendo referência ao texto de Romanos 12:2. “A igreja evangélica brasileira, durante muitos anos, ela ficou no monte da religião, dentro de quatro paredes, como se fossemos anjos, e não cidadãos. Como é que vamos transformar o mundo se não questionarmos o modus vivendi dessa sociedade?”, questionou.
“Há um jogo pra nos alijar do processo democrático”, disse Malafaia, citando que há uma patrulha contra a opinião de líderes religiosos, o que enfraqueceria a democracia. O pastor ainda voltou a criticar a postura das igrejas dizendo que “nosso povo tem medo de confrontar a sociedade”.

“Há um jogo pra nos alijar do processo democrático”, disse Malafaia, citando que há uma patrulha contra a opinião de líderes religiosos, o que enfraqueceria a democracia. O pastor ainda voltou a criticar a postura das igrejas dizendo que “nosso povo tem medo de confrontar a sociedade”.

“Tenho divergências com ele, mas não sou criança. Eu sei ver o jogo que é feito, e pasmem: aqueles que dizem defender os direitos humanos, todos eles, são a favor do aborto. Que moral esses camaradas tem? [...] Acordem líderes evangélicos! Não tem nada a ver com ele. É um jogo ideológico para nos denegrir e alijar de todo o processo. E agora todos os deputados do PT renunciaram à comissão [que Marco Feliciano preside]. Quer dizer que não é uma questão de um deputado, é questão partidária. Depois vem bater na nossa porta, pra pedir votos, com a cara mais lavada e dizer que são nossos amiguinhos”, bradou o pastor Malafaia.

O pastor ainda apontou uma questão, que segundo ele, mostra a imparcialidade dos veículos de comunicação em geral no episódio: “A mídia, que mais de 40 dias assentou o pau em Marco Feliciano, mostrando protestos com palavrão – que eles não mostram – com ofensas… Os evangélicos foram à Comissão de Constituição e Justiça e fizeram um protesto pacífico, sem uma palavra, sem palavrão, por dois condenados do mensalão, e a imprensa… pouco se falou disso aí”.

Silas Malafaia resumiu as questões mencionadas por ele dizendo que o método dos grupos e políticos envolvidos na “tentativa de desconstrução da  família” passa por uma espécie de mordaça: “Querem controlar a mídia e nos calar nos veículos de comunicação. É uma minoria, que vem aí com uma história de marco regulatório”, afirmou.
O pastor convidou os telespectadores para participarem da manifestação que será feita em Brasília, no dia 05 de junho, às 15h00, e citou nomes de diversos líderes evangélicos que estão incentivando o evento. (Tiago Chagas)

Confira no vídeo abaixo na íntegra

sexta-feira, 26 de abril de 2013

O Sentido Real do Louvor, entrevista: Paulo Cezar do Grupo Logos



Eu gosto muito de musica. E andei pensando seriamente o que é louvar a Yahweh de fato. O tema é muito vasto e interessante. E é claro que não se encerra aqui, falarei em outras oportunidades e com certeza vou procurar dizer minha opinião em um assunto tão vasto e interessante. Pois bem, estava eu fuçando alguns blogs e me deparei com uma entrevista com Paulo Cezar do grupo Logos onde é comentado alguns assuntos referentes ao louvor, mídia secular, cantores que procuram tirar proveito dessa "onda" gospel, Festival de Promessas,o sentido do louvor, musica gospel e atitude do cristão frente esse meios de comunicação. O blog é "Cante as Escrituras -Os teus decretos são minha canção... (Salmo 119:54). Também resolvi postar  um tema "Você sabe o que é Louvar?"  da irmã Debora Zibordi do blog Encontro com a Bíblia.  Espero que você tire suas próprias conclusões. 


Você sabe o que é louvar? Tem feito do louvor uma prática da devoção diária ao Senhor?
O livro de Salmos é um dos mais lidos da Bíblia. No grego, salmodiar significa cantar com acompanhamento musical. Salmos é o livro dos louvores. Quando nossa alma se derrama diante da inspiração e do poder que este conjunto de poesias nos trazem, experimentamos, então, o milagre do verdadeiro louvor que quebranta o mais duro coração e renova as forças do debilitado.
Em suas composições, os autores de Salmos citam características do verdadeiro louvor, aquele que agrada a Yahweh. O louvor perfeito alegra o coração do homem, mesmo quando este passa pelo meio do vale da sombra da morte. Vamos destacar cinco das características do verdadeiro louvor, segundo a sabedoria contida em Salmos.





1.O VERDADEIRO LOUVOR DEVE SER APRESENTADO COM INTEIREZA DE CORAÇÃO.

“Eu te louvarei, SENHOR, com todo o meu coração; contarei todas as tuas maravilhas.” (Sl 9:1)

Do coração procedem as saídas da vida (Pv 4:23b). Louvar a Yahweh com todo o coração é apresentar a Ele ofertas agradáveis através de nossa vida espiritual. O coração aponta para o homem interior. Para louvarmos a Yahweh com perfeição devemos estar bem com Ele, ou seja, desfrutar de saúde espiritual. Do que adiantará ceder aos prazeres da carne durante o dia e, quando chega a noite, dirigir-se ao templo para adorar? O homem que deseja uma vida espiritual sadia dedica todo o seu tempo para louvar ao Senhor, independente do que esteja fazendo, tem seu coração nos tesouros celestes, nas delícias perpétuas da presença do Altíssimo.



2.O VERDADEIRO LOUVOR ESTÁ NOS LÁBIOS DOS RETOS.


“Regozijai-vos no Senhor, vós, justos, pois aos retos convém o louvor” (Sl 33:1)

(....) Louvar é oferecer ações de graças, honrar, adorar e aclamar ao Senhor. O louvor é como uma torre forte que nos proporciona segurança, mesmo em meio às grandes batalhas da vida. Podemos cantar justificados através do sacrifício de Yeshua, celebrando a nova vida e a libertação da condenação eterna. Se você (....) acredita nisso, cante e louve ao Senhor. Louvar nos faz lembrar de que em todo tempo somos mais do que vencedores por aquele que nos amou.

3. O VERDADEIRO LOUVOR ANUNCIA QUEM É Yahweh.

“E pôs um novo cântico na minha boca, um hino ao nosso Yahu'l; muitos o verão, e temerão, e confiarão no SENHOR.” (Sl 40:3)

Nossos cânticos, palavras e vida apontam para a existência de Yahweh. Ele é Único, o Bem mais precioso na terra e nos céus. Louvamos e adoramos somente a Yahu'l. A mensagem propagada através de um cântico não deve estar centrada nas necessidades do homem, seus próprios conhecimentos ou ações, mas na grandeza de yahu'l. Há hinos cujo intento é engrandecer a autoridade do cristão, mas o que somos nós diante da majestade e glória do Todo-Poderoso? Ele é o Senhor, o Rei Digno de louvor!

4. O VERDADEIRO LOUVOR SE DÁ DIANTE DO ALTAR

"Então irei ao altar de Yahweh, a Yahweh, que é a minha grande alegria, e com harpa te louvarei, ó Yahweh, Yahweh meu." (Sl 43:4)

O altar simboliza um local onde o Yahweh perfeito direciona Seu olhar ao pecador. Os judeus, por meio de um sacerdote, apresentavam no altar uma oferta perfeita ao Senhor, rogando o perdão de seus pecados. Apresentar-se diante do altar é estar aos pés de Yahweh. No altar, percebermos a presença do Senhor e prostramos nosso coração, nos quebrantamos. Quanto mais contemplo a grandeza de Yahweh, mais me certifico de minhas reais fraquezas. Ver a fidelidade do Senhor sobre mim me envergonha, pois tantas vezes lhe fui infiel. Sentir o amor envolvente do Pai me constrange, pois nunca conseguirei retribuí-lo da mesma forma como se manifesta a mim. Enfim, o louvor apresentado diante do altar é verdadeiro, pois é ali que nos humilhamos e rendemos nossa vida diante da majestade do Rei perfeito. Você esteve diante do altar hoje?


5. O VERDADEIRO LOUVOR CELEBRA A SALVAÇÃO

“Cantai ao SENHOR, bendizei o seu nome; anunciai a sua salvação de dia em dia.” (Sl 96:2)

Um dos grandes motivos para louvar é a salvação Eterna. O tema de um cântico deve se render à mensagem da cruz. Foi na cruz que Yahweh mostrou seu amor através do seu Yahushua, foi ali que Yeshua venceu a morte e nos fez vencedores! A mensagem da cruz é o poder de Yahu'l (1 Co 1:18). A mensagem da cruz quebranta e levanta o homem! Louvemos continuamente como no hino 15 da Harpa Cristã: “Foi na cruz, foi na cruz, / onde um dia eu vi / Meu pecado castigado em Yeshua/ Foi ali, pela fé, que os olhos abri, / E agora me alegro em sua luz.” Aleluia! Não preciso cantar das bênçãos que Yahu'l me deu, de meus talentos ou conquistas, louvo sobre suas grandezas.

Louvar é engrandecer a Yahu'l! Louvar é esvaziar-se de si para reconhecer a infinita misericordia do grande e Eterno Yahu'l! Louvar é anunciar com regozijo quem é o nosso Yahweh e o que Ele faz e fez por nós através do verdadeiro sacrifício de yahushua.( texto de Debora Zibordi)

10 Frases Sobre Cultivar a Gratidão

Apenas hoje estou reconhecendo a oportunidade em vez do obstáculo. A bondade em vez da apatia, a luz no lugar da escuridão, o amor em ve...