sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Entretenimento gospel não transforma vidas, diz pastor


O pastor Renato Vargens ministrou para os adolescentes durante a 17ª Consciência Cristã, evento que aconteceu entre os dias 12 e 17 de fevereiro em Campina Grande (PB), atraindo evangélicos de diversas partes do Brasil e de diferentes denominações. Em entrevista ao Gospel Prime o pastor revelou que gosta de trabalhar com o público jovem, mas que toma cuidado para falar apenas sobre o Evangelho verdadeiro, sem usar atrativos de entretenimento. “Eu procuro comunicar a estes a mensagem simples do Evangelho em vez de promover qualquer tipo de entretenimento. Eu não creio que entretenimento gospel produza transformação na vida de quem quer que seja”, disse. Os anos de ministério e as experiências vividas fazem com que o pastor entenda que ser um jovem cristão nos dias atuais não é mais complicado do que no passado. “O jovem sempre enfrentou as mesmas demandas que nós enfrentamos nos nossos dias. Os problemas inerentes da juventude são os mesmos em todas as gerações”. A única coisa que tem complicado a vida dos jovens cristãos nos dias de hoje é a relativização dos valores. “A gente vive num tempo altamente complicado onde verdades absolutas foram relativizadas”, diz Renato Vargens que acredita que tais ações produzem a falta de referências que são essenciais para que o jovem consiga viver em sociedade. (Fonte: Leilliane Roberta Lopes/ Gospel Prime)

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Globo volta a ofender evangélicos com a sem-graça “Galinha Convertidinha”


A polêmica em torno da “Galinha Convertidinha” sem a menor graça,é a mais recente manifestação de repúdio às piadas do programa “Ta no Ar”, da TV Globo, partiu do pastor Marco Feliciano (PSC-SP).
Em um artigo publicado em seu site, Feliciano diz que o episódio foi um “acinte contra a fé”, e que demonstra a disposição da emissora em transmitir qualquer coisa que garanta audiência.
“Devemos lembrar que não é lícito usar de qualquer meio para atingir o sucesso, não é preciso achincalhar a fé religiosa de qualquer segmento afim de amealhar audiência, pois aí cai na vala comum de um folhetim ignóbil que não respeita os elementares e comezinhos princípios de ética e moralidade. Nunca devemos nos esquecer que nem tudo que é legal é moral”, escreveu o pastor.
Marco Feliciano diz que as alusões escolhidas pelos humoristas foram infelizes: “Imaginemos numa sala de aula um determinado aluno, sabedor que entre seus colegas alguns são evangélicos, recita a musiquinha citada onde figura-se um cachorro da raça pastor alemão, com um livro à guisa de Bíblia, uma convertida, que no costume evangélico trata-se de alguém que se inicia na fé, retratada como uma galinha e cita a palavra Universal com explícita analogia a uma Denominação Religiosa Atuante em nosso país. Esse aluno com certeza seria responsabilizado por bullying e submetido ao conselho de classe”, pontuou o pastor.
A ilustração do pastor precedeu sua crítica mais contundente à emissora: “A Rede Globo pratica o mesmo bullying, mas em massa, com alcance nacional, constrangendo parcela significativa da sociedade e acredita estar acima do bem e do mal”.
Por fim, Feliciano diz que é preciso se manter vigilante para evitar que a fé evangélica não seja descaracterizada a partir de brincadeiras aparentemente inofensivas: “Alguns desavisados evangélicos, a princípio, podem acreditar que nada de mal tem numa inocente brincadeira, mas embutido nesse contexto enxergo algo muito mais perigoso que é a banalidade com que se critica a fé alheia com desconstrução de milenares princípios que tem sido a argamassa que solidifica uma sociedade que respeita os desiguais em todos os aspectos”, concluiu.
(Fonte Tiago Chagas-gnotícias/gospel+com.br)

Notícias: Coalizão bombardeia Estado Islâmico após sequestro de 220 cristãos assírios


A coalizão internacional que combate o grupo Estado Islâmico (EI) bombardeou nesta quinta-feira (26) posições dos jihadistas no noroeste da Síria, onde pelo menos 220 cristãos assírios foram sequestrados nos últimos três dias.

O ataque jihadistas fez com que mais de mil famílias assírias, totalizando 5.000 pessoas, fugissem de suas casas para buscar refúgio nas cidades de Hasake e Qamichli, duas cidades do noroeste controladas pelas forças curdas e governamentais, segundo um líder assírio.

"Umas 200 famílias se refugiaram em Qamishli e serão alojadas em residências da cidade", declarou por telefone à AFP Jean Tolo, líder da organização assíria de ajuda e desenvolvimento nesta cidade.

"Estão desesperados, na miséria total, porque deixaram tudo para trás", afirmou.

Danny Jano, de 35 anos,  relatou à AFP por telefone que precisou fugir de pijama com sua esposa e filhas quando soube que os jihadistas estavam cercando a sua aldeia.

"Pelo menos 220 assírios foram sequestrados em 11 localidades pelo grupo Estado Islâmico nos últimos três dias na província de Hassake, nordeste da Síria, perto da fronteira com Iraque e Turquia", anunciou a ONG Observatório Sírio do Direitos Humanos (OSDH).

"Há negociações com o auxílio de mediadores de tribos árabes e de uma figura da comunidade assíria para obter a libertação dos reféns", destacou o OSDH nesta quinta-feira.

O EI controla 10 vilarejos cristãos da região de Tall Tamer, de onde os moradores fogem de maneira desesperada.

A ponte de Tall Tamer é importante para chegar à fronteira iraquiana a partir da província de Aleppo, destacou Osama Edward.

Quase 30.000 assírios, uma das comunidades convertidas ao cristianismo mais antigas, viviam na Síria, a maioria na região de Hasake, antes do início do conflito sírio em março de 2011.

Segundo o OSDH, nos combates dos últimos três dias morreram 14 combatentes curdos e três assírios, incluindo uma mulher, integrantes da Guarda de Jabur, região onde a comunidade está presente.

"O Estado Islâmico perde terreno e sequestrou os reféns para utilizá-los como escudos humanos", afirmou Osama Edward, diretor da rede assíria de direitos humanos, com sede na Suécia.

Ele acredita que o EI tentará trocar os reféns por prisioneiros jihadistas sob poder dos curdos.

O EI busca uma vingança da ofensiva curda na região de Hasake, apoiada pelos bombardeios da coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos, destacou a ONG.

O Conselho de Segurança da ONU condenou o sequestro de cristãos, o primeiro em grande escala na Síria.

"Estes crimes mostram novamente a brutalidade do EI, que é responsável por milhares de crimes e violações contra pessoas de qualquer religião, etnia e nacionalidade", afirmou o Conselho de Segurança, que pediu "libertação imediata e sem condições" de todas as pessoas sequestradas pelo EI, mas também por outros grupos islamitas como a Frente Al-Nosra, o braço sírio da Al-Qaeda.

As ações do EI, que incluem decapitações, são crimes contra a humanidade, segundo ONU, que acusa o grupo de impor o terror nos territórios que controla.

CAMPANHA DE APOIO AO CALIFADO - O grupo sunita extremista, que sofreu várias derrotas nas últimas semanas no Iraque, iniciou uma "campanha internacional" de apoio ao "califado islâmico" proclamado em junho de 2014 por seu líder, Abu Bakr al-Baghdadi, nos territórios que controla na Síria e no Iraque.

Em uma mensagem para divulgar a "campanha", o Estado Islâmico citou os "lobos solitários" e fez uma ameaça particular contra os franceses.

"Pagarão por terem insultado o profeta Maomé", afirmou a mensagem, seis semanas depois dos atentados de Paris contra a revista satírica Charlie Hebdo.

O avanço do EI ofuscou o confronto entre as forças do governo de Bashar al-Assad, condenado por vários países ocidentais, e a rebelião, em uma guerra que vai entrar no quinto ano em março.

Neste contexto, o mediador da ONU para a Síria, Staffan de Mistura, planeja viajar na sexta-feira para Damasco, onde discutirá sua proposta de congelar os combates entre rebeldes e as forças do regime durante seis semanas na cidade de Aleppo, segundo a imprensa síria. (Da AFP-NE10)

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Imortalidade da Alma.


"Então a serpente disse a mulher:-Certamente não morrereis"(Gen3:4)

O inimigo de Yahuh, numa de suas primeiras mentiras, enganou nossos pais no Éden, assegurando-lhe que não morreriam, se comessem da árvore proibida, dizendo: "Certamente não morrereis". 

É espantoso e estranho que as religiões denominadas cristãs, insistam na mesma tecla, pregando que o homem é imortal. É comum encontrarmos literatura evangélica formulando a seguinte pergunta: "onde passarás a eternidade?" 

O Eterno, conhecedor das artimanhas do inimigo, ao expulsar o casal do paraíso, pôs querubins ao oriente do Éden, com espada flamejante que se movia por todos os lados, para guardar o acesso á árvore da vida (Gen. 3:22-24). Com que objetivo? Impedir justamente que o homem comesse e vivesse como pecador por toda eternidade!

Não é isto que estão pregando por aí? Que o ímpio viverá eternamente? 

Yahushua é o único meio do homem alcançar a imortalidade e escapar da morte eterna."Disse-lhe Yahushua:  "Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que morra, viverá. e todo que vive em mim não morrerá, eternamente. Crê nisso?" (João 11:25,26).

Morte é o oposto da vida. De forma alguma, a morte pode ser outra forma de vida, ainda que em sofrimento. Homens e animais expiram, perdem o fôlego de vida, morrem (Gen. 7:21,22;2:7).

Existem duas mortes: uma como consequência física do pecado e outra, espiritual. Da primeira é impossível escapar, dado a nossa natureza. Enfermidades e até mesmo o envelhecimento natural vão nos consumindo aos poucos. 

Os ímpios ressuscitarão na segunda ressurreição (joão 5:28-29), serão julgado e,uma vez condenados, serão lançados no lago de fogo enxofre, onde serão consumidos (Apoc.20:12-15).

Todos morrem em Adão e está é uma lei: "Porque, assim como, em Adão, todos morrem, assim também todos serão vivificados em Yahushua". " E, assim como aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo depois disto, o juízo". (1 Cor.15:22;Hebreu 9:27). 

Esta crença pagã de que somos duais, ou seja, que vivemos como alma ou espírito, fora do corpo, faz muitos forçosamente admitirem que a ressurreição é totalmente desnecessária. Se alguém já está no gozo da vida eterna, ou  ainda sendo castigado num purgatório ou inferno de fogo para que ressurreição? 

Os mortos dorme no pó da terra (Apoc. 20:5-6), para o juízo final: "Não vos maravilheis disto, porque vem a hora em que todos os que se acham nos túmulos ouvirão a sua vós e sairão: os que tiverem feito o bem, para a ressurreição da vida; e os que tiverem praticado o mal, para a ressurreição do juízo." (joão 5:28,29).

Então, entre o ensino de algumas correntes católicas e  evangélicas que pregam o contrário do que nos ensina o Yahushua na sua mensagem você deve ficar com as palavras do mestre em João 5:28-29.

(João 3:15,16,36;4:14;5:24;6:47; Mateus 19:29;Marcos 10:30; 1João2:25).

(Fonte: Estudos Bíblicos para a Escola Sabatina "Ensina-me as Tuas Veredas"pag.21,22,23- 
WWW.igrejasdedeus7dia.com.br)

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Morre David Miranda, fundador da Igreja Deus é Amor


O missionário David Miranda, 79 anos, faleceu na noite de sábado em São Paulo, vítima de um infarto.

Fundador da Igreja Pentecostal Deus é Amor, David Martins Miranda era conhecido por sua maneira peculiar de pregar e pela defesa constante das doutrinas ultraconservadoras que são ensinadas na denominação.

A informação da morte de David Miranda foi divulgada pela rede de rádios da Deus é Amor, e confirmada pela filha do missionário, Débora Miranda, em sua página no Facebook. “Um homem guerreiro, lutador, foi recolhido ao paraíso de Deus. Descansa no Senhor. Meu paizinho, te amarei para sempre”, escreveu.

Curiosamente, David Miranda era um crítico do uso das redes sociais, e chegou a dizer aos fiéis de sua denominação, durante uma pregação transmitida para países da América Latina que o “Twitter e Facebook são do diabo".

Há pouco mais de um ano, Miranda usou um tom de ameaça para falar com os fiéis que estavam abandonando a Igreja Deus é Amor: “Eu quero falar, para aqueles irmãos e irmãs que eram da Igreja Deus é Amor, e aceitaram Jesus, o divino Espírito Santo está me revelando: vocês que foram para outra igreja, estão doentes, enfermos… Vocês vão morrer. Prepara para encontrar com a morte. Quem está dizendo é o Espírito Santo, porque você prometeu que nunca deixaria a Igreja Deus é Amor. A Bíblia diz que é melhor não prometer, do que prometermos e não cumprirmos”, disse o líder pentecostal. 

A Igreja Pentecostal Deus é Amor foi fundada em junho de 1962, e atualmente possui mais de onze mil templos espalhados pelo Brasil e outros 136 países. Sua Sede Mundial, no bairro do Glicério, em São Paulo, foi inaugurada em 2004, com capacidade para 60 mil pessoas.

O velório de David Miranda foi realizado no templo, desde as 08h00 da manhã deste domingo, 22 de fevereiro, de acordo com informações do jornal Folha de S. Paulo.(Fonte: Tiago Chagas/Gnotícia - gospel+.com.br)

Não Julgueis, Para que Não Sejais Julgados


Não julgueis, para que não sejais julgados. Porque com o juízo com que julgais, sereis julgados; e com a medida com que medis vos medirão a vós. E por que vês o argueiro no olho do teu irmão, e não reparas na trave que está no teu olho? Ou como dirás a teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho, quando tens a trave no teu? Hipócrita! tira primeiro a trave do teu olho; e então verás bem para tirar o argueiro do olho do teu irmão.” (Mt 7.1-5)

Podemos entender qual é o significado desta expressão proferida por nosso Senhor Yaohushua: “Não julgueis, para que não sejais julgados”, pela razão que Ele apresentou logo a seguir: “Porque com o juízo com que julgais, sereis julgados; e com a medida com que medis vos medirão a vós.”

Evidentemente não está proibindo a formulação de juízos, porque isto devemos fazer em todo o tempo, até mesmo pela necessidade de separar o que é vil do que é precioso; o aprovado do que é reprovado.

A que tipo de juízo então, está o Senhor Yaohushua se referindo?

Obviamente ao de nos compararmos com os outros, pensando que somos diferentes deles, quanto a termos méritos para sermos justificados por Yahuh, ou por qualquer outro motivo comparativo que nos leve a desprezá-los como pessoas, passando-lhes um juízo condenatório final, como fazia o fariseu da parábola, que condenou o publicano, a qual Yaohushua narrou para mostrar o estado deplorável de justiça própria que cegava os religiosos do Judaísmo.

É evidente que há réprobos (condenados; sentenciados), ímpios (incrédulo, descrente) no mundo, e muito mais do que pessoas piedosas.

Todavia, muitos terão a oportunidade de serem justificados pela graça, mediante a fé, segundo o dom de justiça que está sendo oferecido pelo evangelho.

E nisto devem ser ajudados pelos que estão tirando as traves do pecado dos seus próprios olhos, pela santificação na Palavra, pelo Espírito de santidade, de modo que possam ser eficazes em suas orações e testemunho de Yahushua em favor dos tais, para que também alcancem a vida eterna e sejam santificados.

Há lobos, segundo nosso Senhor, para o meio dos quais somos enviados, e dos quais devemos nos acautelar com a prudência das serpentes, que se desviam de ameaças potenciais; associada à simplicidade das pombas, que não reagem aos ataques que sofrem, tanto quanto fazem as serpentes, que também agridem quando são agredidas.

Das serpentes portanto, somente é recomendada a prudência.

No entanto, nunca devemos esquecer que todos somos pecadores e necessitados da ajuda e intervenção divina, para sermos livrados do terrível espírito de justiça própria, que nos leva a nos compararmos com outros, nos julgando melhores do que eles aos olhos de Yahuh, por algo supostamente bom que exista em nossa própria natureza pecaminosa.

Se os julgamos um caso perdido, ou como pessoas que merecem ser desprezadas por conta do que são ou do que praticam, passamos um atestado de condenação para nós mesmos, porque decretamos que o pecador deve ser desprezado e condenado, esquecidos que somos também pecadores aos olhos de Yahuh, e que seríamos justamente condenados, não fosse a Sua misericórdia em nos justificar com a Justiça do próprio Yahushua, para sermos livrados da condenação eterna.

Confiemos portanto nossas almas ao fiel Criador, continuando na prática do bem, ainda que soframos ataques injustos por causa da proclamação do evangelho, os quais inevitavelmente ocorrerão, porque isto foi predito por nosso Senhor; e ao mesmo tempo procurando nos guardar de toda forma de juízo condenatório, ao contrário, dando sempre lugar à ira de Yahuh, que é o Único Juiz que sempre julga retamente (Rom.12:17-21).

Não julgueis:  (Lucas- 6:37,38) – “Não julgueis, e não sereis julgados; não condeneis, e não sereis condenados; soltai, e soltar-vos-ão”. Dai, e ser-vos-á dado; boa medida, recalcada, sacudida e transbordante, vos deitarão no vosso regaço; porque com a mesma medida com que medirdes também vos medirão de novo.

Fonte:Silvio Dutra/Estudos  Gospel+biblicos

sábado, 21 de fevereiro de 2015

Estudo Bíblico: "Não ameis o mundo, nem o que no mundo há..."


Base Bíblica: I Jo 2.15-17 cf. Rm 12.2.

Mateus 4:8
"Tornou o Diabo a levá-lo, agora para um monte muito alto. E mostrou-lhe todos os reinos do mundo em todo o seu esplendor". 


Sentido literal, filosófico e científico : é a terra e o conjunto de todas as coisas criadas por Yahuh  (Sl 24.1,2).  Sentido bíblico e teológico é o “sistema” que se opõe de forma persistente e sistemática ao Reino de Yahuh e a sua justiça. O principal objetivo desse sistema é conduzir o ser humano a total degradação moral, física e espiritual. O mentor desse projeto maligno é Satanás (I Jo 5.19).

 "Não ameis o mundo... Não vos conformeis com este mundo... Ora, não temos recebido o espírito do mundo... Não sabeis que a amizade do mundo é inimizade contra Yahuh?"
(Rm 12.2; I Cor 2.12; Fl 2.15; Tt 2.12; Tg 4.1-4).

Através de que o e de que forma o mundo nos envolve?

Concupiscência da carne [Do lat. concupiscentia, apetite carnal exagerado e insaciável que fere a sexualidade humana, revelando orgulho e altivez no coração do homem]. Nesse sentido, é fácil perceber as armadilhas propostas pelo maligno para destruir aqueles que andam em Espírito (Rm 1.24,23; Ef 4.22; Cl 3.5; I Ts 4.3-5; I Pe 4.1-3; II Pe 3.3). O sexo livre (bel-prazer), adultério, homossexualismo são defendidos de maneira pretensiosa e maligna por parte da sociedade mergulhada na própria concupiscência, isto é, cumpri-se o que está na Palavra: "O mundo jaz no maligno..." (I Jo 5.19).

 Concupiscência dos olhos. Nesse sentido, podemos entender que os olhos são responsáveis pelo princípio da concupiscência na vida do homem  (II Pe 2.12-15; I Jo 2.11; Ap 3.18). O Senhor Yaohushua nos ensinou: "A candeia do corpo são os olhos, de sorte que, se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo terá luz..." (Mt 6.22,23 cf. Sl 101.5).

 Soberba da vida. É tudo que esteja ligado à cobiça, altivez, avareza e malícia (Mc 7.21,22 cf. 4.19; Rm 1.29; Cl 3.5; Pv 16.18). As pessoas estão sem tempo para Yahuh, vivem para trabalhar e estudar, trabalhando e estudando para viver. Muitas vivem em busca de riquezas, fama, prestígio, não levando em consideração o amor a Yahuh. Nós temos observado muitos jovens se prostituindo, viciados em drogas, cigarro, bebidas e vários outros males, sem se dar conta do risco iminente de perder a vida a qualquer momento.



Referências biblicas:

1 João 4:5
Eles são mundanos; por isso falam como quem pertence ao mundo, e o mundo os compreende.

Todo aquele que é nascido de Yahuh vence o mundo; e este é o triunfo que vence o mundo: a nossa fé! …

João 15:19
Se fôsseis do mundo, ele vos amaria como se pertencêsseis a ele. Entretanto, não sois propriedade do mundo; mas Eu vos escolhi e vos libertei do mundo; por essa razão, o mundo vos odeia.

Romanos 12:2
E não vos amoldeis ao sistema deste mundo, mas sede transformados pela renovação das vossas mentes, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Yahuh. Como servir por meio dos dons.

Gálatas 1:10
Porventura, procuro eu agora o louvor dos homens ou aprovação de Yahuh? Ou estou tentando ser apenas agradável às pessoas? Se ainda estivesse buscando agradar a homens, não seria servo de Yaohushua! 

Efésios 2:2
nos quais andastes no passado, conforme o curso deste sistema mundial, de acordo com o príncipe do poder do ar, o espírito que agora está atuando nos que vivem na desobediência.

Portanto, visto que fostes ressuscitados com Yaohuhsua, buscai o conhecimento do alto, onde Yaohushua está assentado à direita de Yahuh. …

1 Timóteo 6:10
Porquanto, o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males; e por causa dessa cobiça, alguns se desviaram da fé e se atormentaram em meio a muitos sofrimentos. Exortações aos homens de Yahuh.

Mateus 6:24
"Ninguém pode servir a dois senhores; pois odiará um e amará o outro, ou será leal a um e desprezará o outro. Não podeis servir ao Eterno e a Mâmon". Descanse na providência divina.

Lucas 16:13
Nenhum servo pode devotar-se a dois senhores; pois odiará um e amará outro, ou dedicar-se-á a um e desprezará ao outro. Jamais podereis servir a Yahuh e ao Dinheiro!”  Yahuh reprova a avareza.

Tiago 4:4
Adúlteros! Ou não estais cientes de que a amizade com o mundo é inimizade contra o Eterno? Ora, quem quer ser amigo do mundo torna-se inimigo do Eterno Yahuh.

Mateus 4:8
Tornou o Diabo a levá-lo, agora para um monte muito alto. E mostrou-lhe todos os reinos do mundo em todo o seu esplendor. 
Romanos 12:2
"E não vos amoldeis ao sistema deste mundo, mas sede transformados pela renovação das vossas mentes, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade do Eterno". Em Romanos somos ensinados a servir por meio dos dons.
Tiago 1:27
A religião que Yahuh, o nosso Pai, aceita como sincera e imaculada é esta: cuidar dos órfãos e das viúvas em suas dificuldades e, especialmente, não se deixar corromper pelas filosofias mundanas. 

Tiago 4:4
"Adúlteros! Ou não estais cientes de que a amizade com o mundo é inimizade contra Yahuh? Ora, quem quer ser amigo do mundo torna-se inimigo do Eterno". 

1 João 2
15Não ameis o mundo nem o que nele existe. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. 16Pois tudo o que há no mundo: as paixões da carne, a cobiça dos olhos e a ostentação dos bens não provém do Pai, mas do mundo. …

Mateus 4:8
"Tornou o Diabo a levá-lo, agora para um monte muito alto. E mostrou-lhe todos os reinos do mundo em todo o seu esplendor". 



"Não ameis o mundo, nem o que nele há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele". 1 Jo 2.15.   Yahuh criou o mundo “No princípio criou Yahuh os céus e a terra... E viu Yahuh tudo quanto fizera, e eis que era muito bom...” (Gn 1.1,31)

   Acredito que hoje Yahuh não tem a mesma opinião sobre o mundo que ele criou, que o homem transformou e sujou.


   Mas, no meio de tanta sujidade ainda há muita beleza na criação que dá testemunho do poder e do amor do Criador.


   Apesar de tudo é bom viver aqui, mas não é nada fácil para um cristão que procura não se contaminar com tanta imoralidade, corrupção, injustiça e violência.


NÃO VOS CONTAMINEIS

   Onde está o mal que transformou o mundo; que corrompeu os bons costumes, que destruiu a moral e que contribui para a indiferença espiritual que existe no coração do homem? O mal está exatamente dentro do homem! (Mt 7. 15-23).


   Por causa das maldades que saem do coração do homem, vivemos num mundo contaminado e que contamina todos aqueles que amam o mundo!


   Por tudo isto, a Palavra do Senhor nos diz: “Não ameis o mundo, nem o que há no mundo. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele”(Jo 2.15).

Fonte:Portal Revelação/Cruzada Vitória em Cristo)


Exemplar de 1.700 anos da Bíblia não possui fala de Yahushua sobre “atirar a primeira pedra”

Vejam vocês, que foi achado um manuscrito da Bíblia Sagrada datado do século IV escrito em grego e foi apresentado pela Biblioteca Apostólica Vaticana e mostra diferenças significantes em relação a dois evangelhos.

O exemplar, considerado um dos mais importantes e antigos exemplares da Bíblia cristã, não tem trechos de discursos de Yahushua presentes em outras versões, o que suscitou a especulação de que tais falas tenham sido inseridas posteriormente. Uma versão digital do manuscrito foi disponibilizada online.

A primeira ausência é verificada no livro de Marcos, quando Yahushua ressuscitado teria dito aos discípulos para espalharem a mensagem do Evangelho por todo o mundo.

“E disse-lhes: “Vão pelo mundo todo e preguem o evangelho a todas as pessoas. Quem crer e for batizado será salvo, mas quem não crer será condenado. Estes sinais acompanharão os que crerem: em meu nome expulsarão demônios; falarão novas línguas; pegarão em serpentes; e, se beberem algum veneno mortal, não lhes fará mal nenhum; imporão as mãos sobre os doentes, e estes ficarão curados”. Marcos 16:15-18.

O segundo trecho em que há diferenças substanciais em relação à Bíblia Sagrada como conhecemos está no livro de João, no capítulo 8. No manuscrito em grego não há a reflexão proposta por Yaohushua aos acusadores: “Se algum de vocês estiver sem pecado, seja o primeiro a atirar pedra nela”. João 8:7.
De acordo com informações do jornalista Reinaldo José Lopes, da Folha de S. Paulo, existem outros trechos do manuscrito que são diferentes ou não existem se comparados com as Bíblias mais atuais.
“Isso levou muitos especialistas a postular que o atual final de Marcos é uma “versão estendida” inserida por um autor que viveu depois do evangelista. E, no Evangelho de João, a famosa cena da adúltera e do “atire a primeira pedra quem não tiver pecado” também não consta desse manuscrito, o que também indicaria que esse trecho não foi escrito por João”, opinou Lopes.
Porém, não há informações concretas sobre o local em que o manuscrito foi escrito, embora existam indícios que apontam para o Egito. Também não existem provas de que o texto no manuscrito é um compilado fiel às demais Bíblias da época em que foi confeccionado, há aproximadamente 1.700 anos.
Fonte: Tiago Chagas/Gospel+.com.br)

“Fazei tudo para a glória do Eterno”

Na noite de encerramento do 17º Encontro para a Consciência Cristã, nesta terça-feira (17), a VINACC, entidade organizadora do evento, lançou a “Carta de Campina Grande – Consciência Cristã 2015”. Na missiva, elaborada por uma comissão de (...) nomes da fé cristã no país, é reafirmado e reconfirmado compromisso com o genuíno Evangelho (...), sua defesa e sua pregação por todo o Brasil e todo o mundo, para a glória do nome do Eterno.
Confira a carta na íntegra: 
“Fazei tudo para a glória do Eterno”
Nossos dias têm sido marcados por momentos críticos. Lamentavelmente, o Brasil tem experimentado, nos últimos anos, uma curva ascendente de escândalos, que nos fazem ruborizar de vergonha. Para nossa tristeza, as primeiras páginas dos jornais têm estampado — quase que diariamente — escândalos políticos de primeira linha. Como se não bastasse isso, a corrupção dos e nos poderes da República nos mostram que a nação encontra-se em avançado estado de “metástase”(dic.:a disseminação das células do câncer através do sangue ou do sistema linfático para outros locais no organismo).
Junta-se a tudo isso o problema da violência, que no Brasil tornou-se endêmicapróprio a uma região ou população específica),Segundo a ONU, nosso país possui onze das trinta cidades mais violentas do mundo, isso sem falar no consumo de drogas, no descaso do poder público com a saúde da população, educação, transporte e bem estar social. E, para piorar essa situação, a igreja brasileira não tem cumprido o seu papel como sal da terra e luz do mundo. Pelo contrário, de norte a sul e de leste a oeste multiplicam-se os desvios teológicos e heresias hediondas de um lado, como a esterilidade de um saber teológico desvinculado da santificação e da prática de outro, coisas que, de forma acintosa, causam incontáveis males ao povo do Eterno
Ademais, nos últimos anos, ferozes “lobos” têm tido livre tráfego em nossos arraiais, promovendo dissenções mediante ensinamentos falsos que afrontam a Palavra do Eterno e induzem uma parte do povo do Eterno ao erro, haja vista as práticas e comportamentos sincréticos que ora são verificados em muitas igrejas, nas quais pastores desprovidos de piedade, amor e misericórdia comercializam o Evangelho, assim como alertaram os apóstolos Paulo e Pedro (cf. 2 Co 2.17; 2 Pe 2.1-3).
Diante do exposto nós, da Visão Nacional para a Consciência Cristã (VINACC), entidade organizadora do 17º Encontro para a Consciência Cristã, decide:
Lutar pela unidade da igreja brasileira através da absoluta lealdade às verdades transformadoras do evangelho, para a glória do Eterno.
Cremos na santa Igreja, na existência de um só Corpo, um só Espírito, um só Senhor, uma só fé, um só batismo, um só Deus (Yahuh). Cremos na unidade da Igreja, como também na comunhão dos santos. Cremos que essa unidade é obra exclusiva de Deus (Yahuh), e que nós, pelos nossos próprios esforços, não podemos produzi-la. Cremos que a unidade só é possível em torno da verdade, e que uma igreja que relativiza as Escrituras, negando as verdades fundamentais da fé cristã, não pode ser considerada parte do Corpo de Cristo (Yahushua). Cremos que a unidade da Igreja é bíblica e deve ser desejada e vivida pelos salvos.
Cremos que somos chamados por Jesus Cristo (Yahushua) a preservar a unidade do Corpo, não tratando como prioridade aquilo que as Escrituras consideram secundário. Pelo contrário, somos chamados por nosso Senhor para andarmos em amor, em humildade e em verdade, obedecendo à Palavra de Deus (Yahuh) e glorificando ao Senhor através da nossa união.
Pregar exclusivamente o Evangelho, nada além do Evangelho
Reconhecemos que a Igreja foi chamada para proclamar o Evangelho em sua inteireza. Por isso, nos recusamos a vinculá-lo a ideologias políticas ou a agendas de ambições pessoais. Cremos que o Evangelho deve ser proclamado nos termos e ênfases do Evangelho, segundo a Palavra de Deus (Yahuh), e não de acordo com as circunstâncias mutáveis da sociedade. Proclamamos o Evangelho em sua totalidade, sem omitir seus aspectos essenciais, como a justiça e a santidade de Deus (Yahuh), a culpa do ser humano, a salvação somente pela fé, a ressurreição dos mortos, o julgamento final, o céu e o inferno. Proclamamos o Evangelho a todas as pessoas, independentemente de raça, nacionalidade, sexo, religião ou condição social.
Cremos que todas as pessoas precisam ouvir o Evangelho — em sua própria língua e cultura, de forma contextualizada — e ter a oportunidade de ser discipuladas, a fim de que também estejam aptas para fazer discípulos, formando igrejas locais autóctones, comprometidas com o pleno ensino do Reino de Deus (Yahuh), fazendo da proclamação do Evangelho um estilo de vida.
Denunciar o pecado, proclamar a justiça, lutando pela transformação de vidas, a fim de que o Eterno seja glorificado
Reconhecemos que somos chamados por Cristo (Yahuhsua) para defender a vida, a verdade, a equidade, a família e a justiça. Acreditamos que a Igreja glorifica a Deus (Yahuh) quando se posiciona contra o pecado — em suas mais variadas vertentes —, denunciando de forma profética as arbitrariedades cometidas por políticos, os quais, através de leis anticristãs, promovem a morte, a desconstrução da família, a miséria e relativizam o pecado.
Entendemos que é a missão bíblica da Igreja pregar o Evangelho a toda criatura, para que, no arrependimento e fé de muitos, haja inclusive um impacto social. Desse modo, a Igreja deve ser a voz da consciência da sociedade, a fim de apresentar aos que nos governam os princípios e verdades contidos nas Escrituras. Afirmamos, ainda, o nosso compromisso com a ética, com a decência.
E, por amor a Cristo (Yahushua), repudiamos todo e qualquer tipo manipulação religiosa e política feita em nome de Deus (Yahuh). Cremos ainda que é nosso dever, diante de Deus (Yahuh) e da sociedade, exercer a nossa cidadania com responsabilidade e compromisso, convergindo a vocação que temos recebido do Senhor para colocar ordem no caos. Assim, “tudo quanto fizerdes, fazei de coração, como se fizésseis ao Senhor e não aos homens” (Cl 3:23).
Edificar e fortalecer nossas igrejas locais para que sejam exemplos vivos e concretos das verdades do evangelho do Reino em todas as suas dimensões.
Deus (Yahuh) será glorificado quando Seus atributos forem visualizados, claramente, na vida de discípulos de Cristo (Yahushua) que vivenciam a transformação do evangelho no meio de uma geração degradada e corrompida.
Glorificar a Deus (Yahuh) em todas as áreas da vida.
Com sincero arrependimento afirmamos, como corpo de Cristo (Yaohushua), que rejeitamos todo tipo de idolatria, seja de práticas, pessoas ou instituições, reconhecendo que a honra pertence exclusivamente a Deus (Yahuh) e a ninguém mais. Como discípulos de Cristo, assumimos o compromisso de honrar o nome de Deus nas esferas da ética pessoal, da família, da igreja, do trabalho, da cultura e da cidadania, refletindo a glória de Deus (Yahuh) em tudo o que fazemos, em todo o tempo e em todos os lugares.
Portanto, confiantes na graça de Deus (Yahuh), assumimos este compromisso diante do Todo-poderoso e de Seu povo, a fim de vermos em nossa nação um poderoso progresso do Evangelho. Façamos, pois, a nossa parte, convictos de que, no fim, o Senhor Jesus Cristo (Yaohushua) será glorificado em nossa nação.
(Carta do Pr. Euder Faber Guedes Ferreira (presidente da VINACC)
(Extraido do Blog do pastor Renato Vargens)

10 Frases Sobre Cultivar a Gratidão

Apenas hoje estou reconhecendo a oportunidade em vez do obstáculo. A bondade em vez da apatia, a luz no lugar da escuridão, o amor em ve...